Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \18\+00:00 2011

EU E EDITH NO JÔ

Read Full Post »

AMOR PERFEITO

Puta merda!

Não dá para traduzir, aqui, a emoção, a alegria.

Noite linda demais ontem, na Cooperifa (veja foto ao lado).

Bar lotado, livros esgotados, abraços demorados, verdade e festa.

Agradeço deveras ao amigo e irmão Sérgio Vaz e a todos do Sarau.

Como me acolhem e me recebem bem!

Salve, salve, amém, saravá!

E a energia não acabou.

Hoje tem mais Amar É Crime.

No b_arco, a partir das 19 horas.

E ainda tem a minha entrevista no Programa do Jô, que vai ao ar hoje idem.

Depois, amanhã, sexta, estarei às 19 horas no Festival da Palavra em Garanhuns, Pernambuco.

Vou contando tudo aos poucos.

Este meu coração feliz e felizardo.

Em alvoroço.

Read Full Post »

20 ANOS DEPOIS

Eu estou mais bonito hoje.

E modesto.

Veja esta foto ao lado, clicada por J. R. Duran.

Ave nossa!

20 anos depois.

Esta, para mim, é uma data histórica.

Cheguei em São Paulo no dia 13 de julho de 1991.

Por isso marquei, de propósito, lançamento de meu livro.

E marquei no Sarau da Cooperifa.

Quero estar lá, hoje à noite, pisando aquele chão. Irmanado com outra geração de teimosos.

Gente que me enche de energia. Retirante. De oxigênio instigante. De vida.

Porra! Tanta coisa passa no meu coraçãozão, agorinha. Dois dias viajando de ônibus. Para chegar em um dia frio de São Paulo.

Fui morar no Jardim Aricanduva, com o amigo Ivan Cabral. Em uma edícula que nem janela tinha.

E aí eu procurava emprego só na Avenida Paulista, como revisor. E consegui. E só vim a publicar meu primeiro livro, de forma independente, no ano de 1995.

Depois daí, ave, quanta quilometragem, luta, noites mal dormidas, descobertas!

E saudades e saudades.

E muita vontade.

Vontade que me revigora nesta hora.

Repito: em que lanço meu novo volume de contos pela Edith. A partir das 21 horas, no Sarau da Cooperifa. Amanhã, a partir das 19 horas, no b_arco. Na sexta, lanço no Festival de Inverno de Garanhuns. Na terça que vem, dia 19, na Galeria Arte Plural, na Rua da Moeda, no Recife, ao lado de Wilson Freire e Jorge Antonio Ribeiro e ufa!

Deixa eu ir ali tomar uma ducha.

Preciso me lavar. Para, daqui a pouquinho, agradecer e comemorar.

Abração a todos e salve salve, amém e saravá!

Fui e té já.

Read Full Post »

ESPERO VOCÊ, MEU AMOR

Read Full Post »

A NOVA CRÍTICA

A crítica diz assim:

“Li entre a madrugada e a manhã de hoje o Amar É Crime, novo livro do Marcelino Freire (veja versão e-book ao lado). Tudo muito rápido. Tava no computador, falando sobre Kindle com um amigo no Skype. Mencionamos o livro do Marcelino justamente por isso: editado por uma editora pequena brasileira, está lá no catálogo da Amazon. É um dos poucos títulos em português por lá neste momento em que a maioria das editoras daqui insistem no famigerado sistema de DRM da Adobe.”

E continua:

“O papo com o amigo ia se encerrando, e eu decidi que ia ler o livro do Marcelino logo depois. Entrei no site, tirei da WishList e, antes de desligar o Skype, Amar É Crime já estava esperando por mim na mesa de cabeceira. Maravilha.”

A crítica quem escreveu foi o gaúcho Eduardo Nasi. Preste atenção:

“Comecei a ler pela introdução de Ivan Marques. Veio o susto. Por algum motivo, há uns hífens perdidos no meio de palavras. Tem um ‘res-gatar’, um ‘per-dida’, um ‘agres-siva’, por aí vai. Cheguei a pensar que não ia rolar. Tipo uma goiaba vistosa e cheirosa por fora, mas toda bichada por dentro. Nada disso. Acabei a introdução, o problema sumiu. Está só no texto do Ivan Marques mesmo, e creio que a editora possa corrigir nas próximas semanas. Ufa. Bora seguir leitura.”

E ele seguiu. E comenta outras coisas. Os contos, os amores, os crimes. Texto integral que você poderá ler no blog do Nasi, acessando aqui.

Mas o que quero dizer é que esta é, creio, a primeira crítica digital que se tem notícia na literatura brasileira. Levantando aspectos como acesso ao livro, problemas de formatação, apontando sistemas, traços, festejando o nosso pioneirismo.

Sim, pode apostar: a Edith foi a primeira editora brasileira a colocar todos os seus livros lançados na Amazon. Eu, ao que tudo indica, fui o autor que primeiro lançou o livro em versão Kindle e I-Pad, antes do livro físico, digamos. Isso, segundo diz o querido amigo Marcelo Barbão que, direto da Argentina, tem cuidado deste “novo mundo” para a gente.

Não é pouca merda não. Viva e vamos que vamos.

Aproveito para lembrar, no entanto, que o Amar É Crime, na sua versão impressa, será lançado no próximo dia 13 de julho, às 21 horas, no Sarau da Cooperifa. E no dia 14 de julho, a partir das 19 horas, no Centro Cultural b_arco.

Por favor, todos por lá. Inclusive, quem tiver com o livro digital, eu dou um jeito de autografar.

Rarará. Aquelabraço, salve, salve, amém e saravá!

Read Full Post »

PRECIOSIDADE

Porra! De vez em quando eu vou lá no YouTube e reassisto ao grande cantor Rubi, de quem sou fã faz tempo e ave! Ele, ao lado do querido Vitor Araujo, outro grande cabra e viva! Voz e piano de arrepiar. Fodido! Essa apresentação, que você pode acompanhar logo abaixo, foi feita na Balada Literária do ano de 2009, no SESC Pinheiros. Por falar nisso, estou correndo, em reuniões e uniões, para fechar outros grandes escontros assim, preciosos, para a Balada Literária deste ano, ela que acontece de 16 a 20 de novembro e homenageia o poeta Augusto de Campos. Aguardem novidades. No mais, bom final de semana. E beijos na bundinha e até segundinha. Fui.

Read Full Post »

« Newer Posts

%d blogueiros gostam disto: