Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \05\UTC 2014

CINEMA E LITERATURA

Eu sempre disse, quando perguntado, sobre a origem do meu “Solar dos Príncipes”, do livro Contos Negreiros. Aquele conto em que quatro negros e uma negra vão à portaria de um edifício de classe média alta na intenção de filmar, fazer um documentário, registrar como vivem os condôminos, seus vizinhos ricos, sei lá. Esse conto foi inspirado e surgiu a partir do filme Babilônia 2000, de Eduardo Coutinho, em que ele vai ao morro carioca flagrar os moradores esperando a chegada do ano 2000. Saí da sessão já com a ideia do conto na cabeça. Tudo a partir de uma mulher, no filme, que a todo tempo oferece Coca-Cola à equipe do Coutinho. Essa cena aparece várias vezes e, a cada aparição da mulher, a plateia ria. E eu não entendia por que tanto riam. Há uma referência sobre isto no conto. Enfim, assado. Pois bem: lembrei-me de que o jornalista Claudiney Ferreira, no seu programa Jogo de Ideias, mostrou esse conto ao Coutinho e quis saber dele a opinião a partir de minha leitura. Eta danado! O registro segue no vídeo abaixo. Esse momento em que se cruzam meu conto e o filme do Coutinho, você assiste a partir dos 22 minutos e 7 segundos. É claro, no entanto, que vale a pena conferir toda a entrevista. E vale dizer, e ressaltar, que sou admirador da obra do Coutinho – assisti a tudo o que ele fez. E tenho a certeza de que eu fui inspirado e provocado, sempre, por esse grande cineasta brasileiro. Nesse conto e em vários outros trabalhos. Descanse em paz, guerreiro.

Anúncios

Read Full Post »

BEIJO DE NOVELA

– Agora mais essa, Marcelino, a Globo posando de revolucionária, uma palhaçada, sabe a quem fez bem esse beijo gay da novela, à própria Rede Globo, entende, quando vale a pena para ela, a Globo vem e faz, a Globo fica ligada em você, não lembra das Diretas Já, não lembra, quando não teve mais jeito, a Globo veio e mudou de cara, de postura, mostrou o movimento nas ruas, não viu agora durante as manifestações, quando a Globo sacou, já era tarde, aí correu atrás do prejuízo, esse beijo gay, aliás, tem a ver com isso, com as manifestações, momento mais adequado para a Globo ganhar a simpatia do povo, para mostrar que ela é uma rede antenada, moderna, jovem, a mesma coisa acontece com a igreja, veja o Papa, andou sinalizando uma trégua, mínima, aos gays, quando interessa à igreja, ela sai do armário, entende, ora, que saco, sei, é claro, que lá, nos cafundós, no cu de Judas, é importante que o beijo gay apareça dentro das salas da família brasileira, mas quem deveria ter preparado a família era o governo, a educação, para que ninguém precisasse da Rede Globo de Televisão, parece uma aula básica, um telecurso do segundo grau, a Globo educando, se fazendo de amiga, posando de santa, aceitando, agora, como nunca, a diversidade sexual, quanta hipocrisia, quanta falsidade, o que você acha, Marcelino, vai ficar aí calado, hein, nessa leseira?

– Por que você não para de falar um pouquinho, meu amor, e me beija?

Read Full Post »

PARA CIÇA

CicaII

perder uma amiga
querida
é saber da solidão
do mundo

é olhar o movimento
em volta
com o coração
parado

é a lua indo embora
antes da hora
um dia a menos
um ano à toa

é saber que já não sou
a mesma pessoa
parte de mim partiu
em sua companhia

o que ela me deu
de vida agora ela levou
é encontrar no peito
o que sobrou

viver para sempre
com o que resta
desta amizade sem fim
este amor

Read Full Post »

« Newer Posts

%d blogueiros gostam disto: